FANDOM


Shin Megami Tensei II
SMT2Poster.jpeg
真・女神転生 II
Shin Megami Tensei II
Informações do Jogo
Desenvolvedor Atlus
Publicadora Atlus
Genêro RPG
Plataforma Super Famicom
PlayStation
Game Boy Advance
Wii (Virtual Console)
iOS
Datas de Lançamento
Flag of Japão Super Famicom
18 de Março, 1994
PlayStation
20 de Março, 2002
Game Boy Advance
26 de Setembro, 2003
Wii Virtual Console
7 de Setembro, 2010
iOS
5 de Junho, 2012

Shin Megami Tensei II é o segundo jogo na série Shin Megami Tensei. Ele foi lançado para o Super Famicom em 18 de Março, 1994 no Japão. Ele foi mais tarde refeito para o PlayStation em 2002 e então para o Game Boy Advance em 2003. É um RPG que, similar a maioria dos jogos na série, encoraja o jogar a persuadir demônios a se juntarem ao equipe do personagem principal.

Até os dias de hoje, o jogo nunca recebeu uma tradução oficial da Atlus Co, Ltd. A versão de Super Famicom foi traduzida para o Inglês pelo grupo Aeon Genesis em 13 de Maio, 2004.

HistóriaEditar

Segue-se uma linha do tempo introdutório para o jogo, como encontrado no manual original para a versão de Super Famicom de Shin Megami Tensei II:

---

199X:

'O Grande Cataclismo de Tóquio' - Thorman pressiona o botão, lançando ICBMs com ogivas nucleares em Tóquio. Tem inicio um holocausto nuclear.

---

203X:

'A Grande Tóquio Inunda' - Após a reconstrução de Tóquio, um movimento das placas tectônicas de proporções massivas fez com que o oceano se lançasse em Tóquio e dizimasse a área em torno dela. Mesmo depois que as águas recuaram, os subúrbios de Tóquio permaneceram submersos.

'Estabelecimento de uma Sociedade Cooperativa Comunitária' - Após a destruição da Basílica, uma sociedade e um governo livres são estabelecidos que dão boas-vindas calorosamente a qualquer um, seja eles Messianos ou Gaeanos.

---

204X:

'Ascensão da Igreja Messiana' - Através de manobras políticas, a Igreja Messiana assume o governo e converte-o em uma teocracia.

'Gaeanos se Revoltam' - Irritados e se opondo à ascensão dos Messianos ao poder, vários grupos de Gaeanos começam inúmeras revoltas, mas todos eles são rapidamente sufocados pelos Cavaleiros do Templo.

---

205X:

'Conclusão do Centro' - Usando uma quantidade enorme de financiamento, uma estrutura enorme chamada "Centro" é construída no antigo local da Basílica. O plano para criar um governo municipal chamado "Milênio" também é anunciado.

'Demonoids Desenvolvidos' - A fim de garantir uma fonte de trabalho, formas de vida artificiais chamadas de "Demonoids" são desenvolvidas.

---

206X:

'Milênio Quase Completo' - Instalações concebidas para acolher as pessoas como Valhalla e a Fábrica (uma área de produção/industrial) são projetadas e quase concluídas. Instalações de entretenimento, como Cassinos, também são construídas.

'Contaminação Ambiental' - Através do aquecimento global, a contaminação radioativa e a deterioração da camada de ozono, a maior parte do mundo fora da Tóquio do Milênio é tornada inabitável. Um grande número de pessoas de todo o mundo se mudam para o Milênio, já que seu ambiente é inteiramente auto-suficiente.

'Cavaleiros do Templo Se Tornam Forças Policiais Especiais' - Após pôr fim a várias manifestações e revoltas dos Gaeanos, os Cavaleiros do Templo são avaliados pelo Centro e são promovidos ao status de Elite. Eles são declarados a força policial oficial da cidade. O aumento deles no poder aperta o controle que o Centro tem no resto da cidade ainda mais.

---

20XX:

'Dias Atuais' - A megalópole que já foi chamada de Tóquio... muitos são os nomes e as formas que tomou ao longo de sua longa história... mas ela sobreviveu. E mesmo nesse dia, ela vive... como a "Tóquio do Milênio", a cidade da fé do messias. A fé que reuniu sob suas asas os corações e mentes de milhões que clamam pelo advento do Messias.

No começo, estava sendo construída para transformar o sonho do Reino dos Mil Anos em uma realidade, mas nem Deus nem o Messias apareceram dentro de seus muros.

E então, o tempo passou. E muito em breve, alguns dos seus cidadãos tornaram-se muito mais iguais do que outros...

---

  • No controle do Milênio, está o órgão governante conhecido como Centro.
  • Sob autoridade direta do Centro estão os Cavaleiros do Templo, um grupo militar de elite que serve a função de uma força policial.
  • A elite do Milênio são os Cidadãos de Primeira Classe, que têm o direito de viver livremente no Centro.
  • Há aqueles que são permitidos a posse de um Terminal de Braço. Esses são considerados os Cidadãos de Segunda Classe.
  • E por último vêm aqueles que são meramente reconhecidos como residentes da Tóquio do Milênio. Esses são considerados os Cidadãos da Classe Comum.

Um dos bairros particularmente prósperos do Milênio é a área de Valhalla, famosa pelo esporte cruel de arena de combate, praticado lá até hoje. Os homens lutam entre si, arriscando suas vidas para emocionar as multidões sedentas de sangue. Recentemente, um novo lutador chamado "Falcão" (Hawk) entrou em cena como um cometa: o público fica boquiaberto com sua proeza, a multidão fica louca por sua sequência ininterrupta de vitórias, mas ninguém sabe quem ele é ou onde ele veio...

...Nem mesmo o próprio Falcão.

PersonagensEditar

Personagens PrincipaisEditar

  • Aleph: Um homem sem nome ou memória. Um lutador derrotado chamado Okamoto encontra Aleph enfrentando demônios, leva-o sob seu cuidado, nomeia ele de Falcão e o treina para se tornar o melhor gladiador em Valhalla. Infelizmente, a carreira do "Falcão" é interrompida quando recebe uma mensagem do Centro - ele é na verdade o Messias, cujo verdadeiro nome é Aleph, e cujo destino é salvar o mundo e levar todos ao paraíso. Ele é nomeado com base na primeira letra do Alfabeto Hebreu.
  • Hiroko: A personagem feminina principal do jogo. Ela é uma Cavaleiro do Templo do Centro que acompanha Aleph em suas missões através da Tóquio do Milênio. No início do jogo ela desobedece ao Centro viajando para Valhalla para encontrar um garoto perdido e rastrear um cientista desaparecido chamado Hanada. Ela é a principal heroína do jogo.
  • Beth: Descrito por seus criadores como pertencente a Aleph, ela é a segunda personagem feminina principal do jogo. Ela também é um Cavaleiro do Templo do Centro e é designado para Aleph como sua parceira para ajudá-lo em suas missões. Como Yuriko em Shin Megami Tensei, ela promete ficar ao lado de Aleph para sempre. Assim como os outros personagens principais, ela foi uma criação do Centro, projetado para ser a "parceira eterna" de Aleph. Ela é nomeada após a segunda letra do Alfabeto Hebraico, Bet. Ela é a segunda heroína do jogo. Ela foi projetada para se assemelhar a Heroína, com o azul como sua cor primária devido a ser a heroína dos Messianos.
  • Zayin: Descrito por seus criadores como aquele que "tem o maior poder", ele é um membro dos Cavaleiros do Templo ao lado de Hiroko. No início do jogo ele está firmemente alinhado com o Centro e é um oficial comandante de Aleph, mas quando ele testemunha as tragédias que o Centro inflige sobre o povo da Tóquio do Milênio e descobre a verdadeira natureza do Reino dos Mil Anos, ele se revolta e dedica-se a espalhar a verdade sobre os planos do Centro. Ele é revelado como sendo outra das criações do Centro, projetado para ser o guarda-costas de Aleph, embora YHVH tenha grandes planos guardados para ele. Ele é nomeado após a sétima letra do Alfabeto Hebraico, Zain/Zayin, que é o equivalente Hebraico da letra Z.
  • Daleth: Descrito por seus criadores como "um pouco semelhante a Aleph", e de "ter poder quase idêntico a ele", Daleth é um jovem que aparece como um antagonista recorrente, proclamando-se o verdadeira Messias e desafiando Aleph para várias lutas para provar a si mesmo. Ele é revelado como uma criação do Centro, projetado para o papel do "Anti-Messias". Seu propósito era ser derrotado nas mãos do verdadeiro Messias, a fim de aumentar o carisma dele aos olhos do povo. Ele é nomeado após a quarta letra do Alfabeto Hebraico, Dalet. Ele foi projetado para se assemelhar ao Herói.
  • Gimmel: Descrito por seus criadores como "excepcionalmente inteligente", ele é um jovem que vive na floresta de Arcadia, e parece conhecer Aleph de algum lugar. Ele parece saber muito sobre o propósito de Arcadia, o Centro e a Tóquio do Milênio. É revelado que Gimmel foi criado pelo Centro para ser o Messias do Mundo Virtual, o qual foi projetado como um campo de testes para a tecnologia do Reino dos Mil Anos. Ele é nomeado após a terceira letra do Alfabeto Hebraico, Gimel.

Personagens SecundáriosEditar

  • Okamoto: O proprietário de um ginásio de luta na cidade principal de Valhalla e o homem responsável por salvar Aleph, enquanto em estado amnésico (provavelmente induzido por sua recente fuga da sede do Milênio), de ser morto por uma horda de demônios. No entanto, após ver como ele se defendeu, Okamoto o tomou sob sua proteção, nomeando-o de Falcão e o treinando para ser um Gladiador, para que ambos conseguissem dinheiro suficiente para deixar Valhalla e se mudar para o Centro e ganharem uma vida melhor para si mesmos. A julgar por comentários feitos por outros NPCs sobre ele, Okamoto parece ter um problema com jogos (gastando todo o dinheiro que ele e "Falcão" ganham no cassino). Além disso, ele está sempre pegando emprestando dinheiro com alguém. Ele é, no entanto, libertado de todas as suas dívidas após Aleph ser intitulado Campeão do Coliseu e ginásio Haneda é deixado sob o seu controle, onde ganha grande popularidade.
  • Haneda: O rival de Okamoto no negócio de ginásio, famoso por possuir o maior Ginásio de toda a Valhalla, o qual no passado "produziu vários guerreiros que passaram a se tornar campeões". Ele parece desenvolver algum tipo de interesse em Aleph: tanto em sua capacidade como um lutador e pelo fato de que ele é "muito bonito" e "bem do seu tipo" (é sugerido que ele é homossexual). Ele treinou muitos lutadores, Urso Vermelho sendo um deles. Após a vitória de Aleph na batalha final do Coliseu, seu ginásio bem equipado é deixado sob a administração de Okamoto.
  • Urso Vermelho: Aprendiz de Haneda, e um dos dois finalistas, junto com Aleph, no torneio do Coliseu. Em um Partida de Dungeon, ele e Aleph são colocados num labirinto, cheios de demônios e todo tipo de armas e equipamentos que eles podem pegar. O objetivo do evento é que ambos os lutadores cheguem ao centro do labirinto, onde um campo de batalha aguarda onde um vencedor será finalmente decidido. No final, Aleph, mesmo quando aflito com flashbacks que reduziram suas habilidades de luta, ele emerge vitorioso, matando o Urso Vermelho em batalha. Com suas últimas palavras, expressa seu grande desejo de ser intitulado Campeão, não pela glória, mas apenas para poder deixar Valhalla e ir viver pacificamente no Centro. Ele aparece mais tarde no jogo como uma alma na área Misericórdia da Vastidão.
  • Madame: A governanta de Valhalla. Ela é apresentada como uma pessoa de grande poder, tendo o hábito de convocar para sua mansão os Campeões dos torneios do Coliseu, a fim de felicitá-los. Quando Aleph a conhece pela primeira vez, ela é mostrada apenas através de mensagens de televisão, de modo que seu verdadeiro paradeiro é desconhecido. Ela demonstra grande orgulho da cidade que ela ajudou a construir, dizendo que a paz floresce lá, já que é em Valhalla que as pessoas comuns podem habitar, livre do rigor do Centro (de quem ela mostra animosidade).
  • Hanada: Um dos dois cientistas, o outro sendo Mekata, que foram responsáveis pela criação dos Cavaleiros do Templo artificiais (Aleph, Beth, Gimmel, Zayin e Daleth). Depois de orquestrar uma explosão no Centro, ele escapou, junto com Mekata, mas em algum momento desconhecido, provavelmente por causa de seus objetivos muito diferentes, eles se separaram. Hanada então começou a trabalhar com a Madame, sendo responsável por convocar demônios que foram usados no Coliseu para realizar as batalhas. Sentindo que a perfeição de sua pesquisa estava sendo restringida por isso, ele escapou novamente, agora para as favelas de Valhalla, onde planejava abrir um portal para o Abismo. Depois que Aleph e Hiroko o encontraram, ele foi assassinado por um Mercurius que ele mesmo evocou. É revelado mais tarde que ele falhou em abrir o portal por ter usado uma boneca incorreta no ritual.
  • O Bispo do Centro: O comandante do Centro, uma seção privilegiada da Tóquio do Milênio, cujo controle pertence principalmente aos membros da Ordem do Messias. Seus poderes nas questões políticas da cidade parecem ser apenas inferiores aos dos quatro anciãos do Senado. Ele é quem apresentou Aleph ao seu papel como o suposto Messias, e a Beth, enviando os dois em várias missões para o benefício do Centro, onde seus verdadeiros valores e morais corrompidas são revelados a Aleph e Zayin .
  • Mekata: Um dos dois cientistas, o outro sendo Hanada, que era responsável pela criação dos Cavaleiros do Templo artificiais (Aleph, Beth, Gimmel, Zayin e Daleth). Depois de orquestrar uma explosão no Centro, ele escapou, junto com Hanada, mas em algum momento desconhecido, provavelmente por causa de seus objetivos muito diferentes, eles se separaram. O Bispo do Centro o trata como um fugitivo perigoso da lei, mas na realidade, como Aleph mais tarde descobriu, ele é um homem razoável que tem um profundo pesar por seu envolvimento no Projeto Messias. Depois de pedir uma reunião secreta com Aleph nas favelas de Valhalla, ele diz que ele primeiro deve resgatar Hiroko (a qual foi feita prisioneira pelo Centro) antes de dizer exatamente quem ele é e por que sua memória foi apagada. Quando chegou o tempo para as respostas, Aleph e Hiroko descobriram que ele, juntamente com todos de Valhalla, foram engolidos por um demônio gigantesco chamado Abaddon, enviado pelo Centro para apagá-lo junto com o povo de Valhalla.
  • Puck: Um demônio que é um membro da raça Yousei (e sendo assim, uma fada). Ele vive na área Shinjuku do Submundo, e é conhecido por seu amor por brincadeiras. Ele parece ser amigo de Daleth, e é o responsável pela produção da "Infidelilly Sap", uma poção de amor usada por ele em um de seus últimos planos contra Aleph. Quando se sente ameaçado, ele se esconde em uma casa abandonada não muito longe de Shinjuku, a qual está cheia de armadilhas. A julgar pelo modo como seus colegas falam sobre ele, ele não é um cara mau, apenas um brincalhão inofensivo.
  • Hanoun: Um demônio que é um membro da raça Yousei (e sendo assim, uma fada). Ela é uma garota loira e tímida que possui uma farmácia na área de Shinjuku do Submundo. Ela é uma amiga de Daleth, a qual nutre uma paixão secreta por ele. O aspecto não recíproco de seu amor, no entanto, é finalmente apagado no momento que Daleth a vê depois de ser atingido com os efeitos da "Infidelilly Sap" de Puck, o que o faz se apaixonar profundamente por ela. Depois disso, o casal vive feliz com os outros em Shinjuku.
  • Oberon: O governante de Shinjuku e o rei da raça de fadas. Ele é uma figura bem respeitada e benevolente, o qual gentilmente ajuda Aleph em quebrar o feitiço que havia afligido Hiroko quando eles visitaram Shinjuku, exigindo-lhe uma amostra do "Infidelilly Sap" de Puck para fazer isso.
  • Ancião Mutante: Ele é o líder da comunidade mutante que reside na área Roppongi do Submundo. Os mutantes são um grupo de seres humanos que foram grotescamente desfigurados pela radiação tóxica que afetou a superfície da Terra após a guerra nuclear. Eles foram selados sob a terra pela construção da Tóquio do Milênio acima deles, sendo expulsos pelo Centro, quando foram forçados a viver para sempre fora do alcance da luz solar. De acordo com o Ancião, o que os mutantes mais desejam não é serem aceitos ou reparação pelos atos do Centro. A única coisa que eles exigem é poder ver o sol novamente, juntamente com o renascimento da cidade de Tóquio, agora enterrado e esquecida, assim como eles.
  • Hiruko: Um leal servo do poderoso guardião de Tóquio, Taira no Masakado, e membro do clã de deuses japoneses Amatsukami. No passado, ele tolamente traiu o Amatsukami, fornecendo os caminhos para o Kunitsukami, na época alinhado com YHVH, para derrotá-los e aprisioná-los no Submundo, onde ele agora habita. Hiruko implora a Aleph e Hiroko para recuperarem as partes do corpo do seu mestre, as quais foram separadas em pedaços quando ele tentou mediar o conflito entre os dois grupos opostos, e foram levados pelos Kunitsukami não muito tempo depois que eles foram igualmente expulsos pelo mesmo deus que eles tinham se unido antes.
  • Amaterasu: A deusa do sol nas lendas Japonesas, e a representante do clã Amatsukami. Ela, juntamente com seus irmãos, foi feita prisioneira em uma caverna selada, bem no fundo do Submundo, devido ao triste resultado da guerra de seu povo contra o Kunitsukami. Ela foi resgatada por Aleph e Hiroko, aos quais ela então agradeceu profundamente antes de se retirar, junto com Hiruko, para o Reino Diamante (um plano celestial onde ela e o resto dos Amatsukami pretendiam se recuperar de suas feridas).
  • Masakado: A poderosa deidade que é responsável pela proteção da metrópole de Tóquio. Quando ele tentou intervir na disputa entre os deuses do Japão, ele foi despedaçado, e suas partes do corpo levadas pelo Kunitsukami, enquanto sua própria alma foi preservada nas mãos de seu servo, Hiruko. Quando, através do uso da Catedral das Sombras, ele foi revivido, ele destrancou a gruta onde os Amatsukami estavam sendo mantidos. Agradecendo Aleph por sua ajuda, ele concedeu a ele sua arma, uma poderosa katana, e o Pilar do Sol, um dos antigos artefatos necessários para abrir um portal para a Vastidão.
  • Sirene: Uma garota demônio da raça Youchou que vivia na Vastidão, onde conheceu e se apaixonou por um humano chamado Petersen. Um dia, porém, ela foi raptada de sua casa pelos Messianos e foi presa no último andar da torre de vigia situada no meio do distrito da Fábrica, de modo que suas melodias de luto seriam usadas para encantar e hipnotizar os trabalhadores ali, mantendo-os indiferentes às condições desumanas em que estavam trabalhando, enquanto trabalhavam sem pensar até a completa exaustão e morte. Quando Aleph conseguiu derrotar o guardião da torre, um demônio poderoso chamado Belphegor, e reuniu-a com Petersen em sua cela, seu tormento finalmente terminou, e ela retornou para a Vastidão, junto com seu amante.
  • Petersen: Um ser humano que foi inicialmente escravizado pela canção da Sirene, até que ambos se apaixonaram um pelo outro. Mas, devido ao fato de que ele envelheceria e morreria, embora seu amante nunca envelhecesse, Petersen deixou seu corpo humano para se tornar um espírito que vagueia pela Vastidão, para sempre estar ao lado de Sirene. Depois de ouvir sua triste história, Aleph levou-o para a Tóquio do Milênio através de um portal, e reuniu-o com Sirene, a qual estava presa na torre de vigia da Fábrica para que sua música lançasse um feitiço nos trabalhadores lá, mantendo-os trabalhando para o Centro contra sua vontade. Agradecendo Aleph por sua ajuda e bondade, ele voltou para a Vastidão, juntamente com seu amor há muito perdido.
  • Os Quatro Anciões: Quatro misteriosos indivíduos encapuzados que são os verdadeiros mestres que trabalham atrás das cortinas do Centro. Eles são os superiores do Bispo, mencionados no inicio no jogo, mas cuja natureza desumana só é revelada muito mais tarde, quando Zayin, irritado, se rebela contra eles (e é, em resposta, transformado em uma laje de pedra). Quando Aleph e Hiroko prosseguem para resgatá-lo, eles descobrem suas verdadeiras identidades como os arcanjos de Deus o tempo todo: Miguel, Rafael e Uriel. Os três se envolvem em uma batalha furiosa contra os heróis, mas são derrotados e mortos por eles. Mais tarde, através de Gabriel, o quarto e último Ancião, eles descobrem que os arcanjos foram comandados por Deus para cuidar da gestão da Tóquio do Milênio, sendo instruídos por ele a esperar pelo salvador que um dia ele lhes enviaria. No entanto, sob seu controle, o governo da cidade tornou-se tão irreversivelmente corrompido, transformado em nada mais do que uma ferramenta para controlar e escravizar a humanidade, que simplesmente não poderia abrigar um Messias do verdadeiro Deus como para liderar o povo. Incapazes de esperar mais, os arcanjos tentaram fabricar seu próprio Messias, uma perseguição que os desviou da vontade de Deus, o qual os abandonou por sua vez.
  • O YHVH Falso: A fé dos Anciãos era tão monstruosamente forte, e suas mentes tão desesperadamente distorcida, que os três arcanjos conseguiram dar vida a um "falso Deus", um YHVH falso. No entanto, devido a ser apenas o produto dos sentidos de fé distorcidos dos Anciões do Centro, seus poderes eram incomparavelmente inferiores aos originais, e como tal, ele foi destruído, juntamente com os arcanjos, por Aleph em um combate árduo, mas não antes de os amaldiçoar com toda a sua força, antes de finalmente se desintegrar para sempre (um traço que, ironicamente, ele compartilhou com o Deus real, o que mostra que eles não eram tão diferentes em termos de personalidade, afinal). Embora com algumas ligeiras diferenças ascéticas notáveis, ele exibe exatamente a mesma aparência YHVH real.

GameplayEditar

A jogabilidade é similar a Shin Megami Tensei com alguns aspectos alterados. Primeiramente, A tela do mapa pode ser chamada pressionando o botão R.

Um novo sistema de "herança mágica" foi introduzido no sistema de Fusão de Demônio, o famoso sistema da série. Os feitiços dos demônios usados para a fusão podem ser passados para o produto da fusão, o que pode permitir que até o demônio mais fraco possua magias mais poderosas do final do jogo - cada demônio com menos de 6 habilidades pode herdar um tipo de feitiços de Ataque, além de habilidades de suporte.

Outras mudanças incluem:

  • Vários Alinhamentos dos demônios foram alterados de Lei/Caos para Neutro, a fim de aumentar a diversidade da equipe do jogador.
  • O partido pode ser dividido em linha de frente e linha de trás, mas só afeta a quantidade de dano que pode receber ou infligir.
  • O jogador agora pode escolher quais feitiços e ataques especiais seus demônios podem usar, exceto que agora custam pontos de ataque ou pontos de magia do demônio.
  • Itens importantes e joias são guardados em slots de itens separados.
    • Ter 9 de um único tipo de joia agora concede um aumento nos status, diferente para cada joia.
  • Todos os dados dos demônios podem agora ser armazenadas e visualizados (havia um limite no jogo anterior).
  • Em Shin Megami Tensei, o jogador encontrava apenas um tipo de demônio por vez, mas nesse jogo o jogador pode encontrar dois tipos diferentes de demônios.
  • Um cassino foi introduzido, onde o jogador pode jogar jogos com moedas compradas por dinheiro e trocá-las por itens especiais obtidos apenas nos cassinos.
  • Diversas novas magias foram introduzidas, como NECROMA, onde o jogador pode reviver um demônio morto como um morto-vivo.

GaleriaEditar

 
SSMTII.jpg
A Capa original da versão de Super Famicom.
 
PSMTII.jpg
A capa do remake de PlayStation.
 
GSMTII.jpg
A capa do remake de Game Boy Advance.
 
SMTII Manga.jpg
Uma propaganda da adaptação de manga.

CuriosidadesEditar

  • Em uma parte do jogo tem um NPC chamado Sr. Thriller dançando em um clube com vários outros demônios mortos-vivos (Bodyconians, zombies, Man Eaters, etc.). Sr. Thriller é um cameo de Michael Jackson, usando as roupas que ele usou em seu vídeo para sua música Thriller.
  • Uma adaptação de manga em três partes foi lançada na revista mensal da ASCII Comics, desenhado por Chiaki Ogishima, o qual estava publicando o manga Shin Megami Tensei: Tokyo Revelation na mesma época.
  • O jogo foi criado com a "Lei" como seu tema.


Predefinição:SMT2 Predefinição:Megaten

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória